As histórias da Dona Dalva e da Forno de Minas, se misturam em uma só.

Maria Dalva Couto Mendonça, nasceu em 1942, em uma pequena fazenda, em Bom Despacho, Minas Gerais.

Aos 17 anos, Maria Dalva, casou-se e teve quatro filhos. Uma vida feliz e familiar foi construída na fazenda Três Barras, ao lado do Rio da Prata. As memórias da vida do interior e as receitas à beira do fogão ficaram na história, especialmente uma delas: a famosa receita do pão de queijo mineiro.

Porém, em 1973, veio um grande choque. Aos 31 anos, Maria Dalva ficou viúva. Com seus quatro filhos, todos pequenos, fez o que muitas mulheres brasileiras faz, foi à luta, trabalhando muito, sempre com os pés no presente e a mente no futuro.

Em 1990, Maria Dalva e seus filhos Helder e Hélida fundaram, em Belo Horizonte, a Forno de Minas. Foram os pioneiros em espalhar a felicidade através da deliciosa receita caseira de pão de queijo.

Em 1991, já com uma fábrica em Contagem, Minas Gerais. Começaram um ciclo de prosperidade, levando os sabores de Minas para todo o Brasil e o mundo.

Em 1995, buscando ingredientes perfeitos para seu pão de queijo, a Forno de Minas começou a produzir seu próprio queijo no interior de Minas Gerais em Conceição do Pará.

Em 1995, buscando ingredientes perfeitos para seu pão de queijo, a Forno de Minas começou a produzir seu próprio queijo no interior de Minas Gerais em Conceição do Pará.

Com todo sucesso das suas receitas, a empresa foi vendida para uma multinacional americana em 1999.

Em 2009, a empresa voltou à família mineira, e a receita de pão de queijo recebeu novamente todos os cuidados da Dona Dalva.

E agora, em 2020, a Forno de Minas celebra 30 anos com muito orgulho dessa história de sucesso e dessa receita de pão de queijo criada pela Dona Dalva. Essa delícia tipicamente mineira, tão querida e presente na mesa dos brasileiros, hoje também está em mais de 18 países.